terça-feira, setembro 4

Pretérito IMperfeito do Indicativo.

Quando eu penso que está tudo bem, o demônio do meu passado vem me atormentar. Quando eu paro de lembrar de tudo que passou, tenho que fazer um enorme esforço para esquecer. Pra que sair debaixo da montanha que te enterrou?

"Cortar a ligação com o passado - disse ele vagarosamente, como se falasse consigo mesmo -, conseguir apagá-lo, é o mais vil de todos os cortes com a lei do cosmos. É ingratidão, e uma fuga às nossas dívidas. É um suicídio: com esse corte, a pessoa está a aniquilar-se a sí mesma. [...] Eu não cortarei, no momento em que atingi o que, na verdade, sou, as minhas raízes, transformando-me numa sombra, transitando para o nada."

in Novos Contos de Inverno - Karen Blixen

2 comentários:

F. S. Júnior disse...

para atravessar a próxima montanha...rs

Mergulhe disse...

Oras, pra mostrar a si mesma que é capaz!!!