quarta-feira, junho 27

Rock Around The Clock.


One, Two three o´clock, four o´clock rock
Five, six, seven o´clock, eight o´clock rock
Nine, ten, eleven o´clock , twelve o´clock rock
We´re gonna rock around the clock tonight

Put your glad rags on, join me , Hon
We´ll have some fun when the clock strikes one
We´re gonna rock around the clock tonight
We´re gonna rock, rock, rock, ´till broad daylight
Gonna rock, gonna rock around the clock tonight

When the clock strikes two, three and four
If the band slows down we´ll yell for more
We´re gonna rock around the clock tonight
We´re gonna rock, rock, roc, til broad daylight
Gonna rock, gonna rock aroun the clock tonight

When the chimes ring strikes five, six and seven
We´ll be right in seventh heaven
We´re gonna rock around the clock tonight
We´re gonna rock, rock, roc, til broad daylight
Gonna rock, gonna rock aroun the clock tonight

When it´s eight, nine, ten, eleven too
I´ll be goin´ strong and so will you
We´re gonna rock around the clock tonight
We´re gonna rock, rock, roc, til broad daylight
Gonna rock, gonna rock aroun the clock tonight

When the clock strikes twelve, we´ll cool off then
Start a rockin´ round the clock againg
We´re gonna rock around the clock tonight
We´re gonna rock, rock, roc, til broad daylight
Gonna rock, gonna rock aroun the clock tonight

domingo, junho 17

Certas noites.

Certas noites me fazem lembrar um passado remoto. Essas noites são agradáveis. Sabe aquela sensação constante de que não vai acabar (e eu bem queria que não acabasse), sinto. Uma euforia de ver estrelas no céu e não esperar o dia amanhacer. Não esperar absolutament nada. Mas sei que vai amanhecer, mas amanhã, amanhã poderia estar nublado, ou poderia simplesmente não estar. Diante disso e daquilo outro, eu queria parar no tempo, parar neste exato momento, do qual a noite me consome e eu, eu a devoro e me delicio com cada pequeno pedaço da escuridão. Sabe aquela sensação? Dejá Vu.

quinta-feira, junho 14

Passarinho.

Fico feliz de ser sua musa inspiradora. De ser posta em palavras, rodopiar sobre seus pensamentos. Quero que cante passarinho, você sabe como cantar, bem baixinho no meu ouvido. Mas não cante para ele. Acha que não sei do que se trata? Estou sempre a espreita, passarinho. Não cante para ele, que sequer é algo. E o que é, é nada. Cante para mim, baixinho no meu ouvido. Cante! Cante passarinho.

quarta-feira, junho 13

É noite. Embora o sol esteja brilhando lá fora. Repito que é noite. Aqui dentro, não dentro da casa, dentro dessa estrutura que me sustenta é noite, bem aqui dentro, bem no fundo está escuro, frio. É dia. Embora a noite esteja escurecendo minhas vistas. Repito que é dia. Lá fora é dia, e posso sentir isso por uma quentura que me invade. Já não sei mais o que é. Eu poderia passar horas sentada na mesma posição, olhando para o mesmo lugar, sem pensar em absoluamente nada, pensar em não pensar. Ah Elo! Você foi esquecida porque esqueceu. Brilha!

terça-feira, junho 12

Feliz dia dos namorados!

Uma data para celebrar a união amorosa entre casais. Nós, brasileiros, comemoramos no dia 12 de junho (Em homenagem a Santo Antônio, o famoso santo casamenteiro), já em outros países essa data é comemorada no dia 14 de fevereiro (Dia de São Vatentim, em homenagem a um santo católico). Dia dos namorados? Ou mais um dia lucrativo do ano? Pode até parecer despeito (e é)... Mas não vejo nada de feliz nesse dia.

quinta-feira, junho 7

São seus olhos.

Não, o dia realmente está lindo!

São seus olhos.